Blog Cisco Brasil
Compartilhe

Olivia Braga: Conheça a instrutora do Cisco Networking Academy que está mudando vidas no Brasil


05/08/2021


Existem aquelas raras pessoas que você encontra pela primeira vez e que você sabe instantaneamente que tocarão sua vida. Olivia Braga é, sem dúvidas, uma dessas pessoas. Criada no que ela descreve como um bairro muito pobre e violento no Brasil, Olivia foi uma das seis crianças de pais que ganhavam a vida coletando papelão e varrendo ruas. “Meus pais não sonhavam. Sua única prioridade era a sobrevivência”, diz ela. “Para mim, sobreviver não é o suficiente. A vida deles foi uma vida que eu rejeitei.”

Olivia com seus alunos

Em sua juventude, Olivia sabia que queria mais para sua vida e estava disposta a fazer o que fosse necessário para realizar seus sonhos. Quando adolescente, ela sabia que as escolas de seu bairro não podiam oferecer a educação de que precisava, por isso matriculou-se em cursos de tecnologia na Fundação Bradesco, uma academia do Cisco Networking Academy. A inscrição foi fácil, mas chegar até a instituição não foi. Era um trajeto de três horas em cada sentido – sem carro – usando transporte público e caminhando, todos os dias.

“Eu tinha certeza de que seria importante para minha vida no futuro”, diz Olivia. E ela estava certa. O curso na Fundação Bradesco a levou direto ao sonho de trabalhar com tecnologia. Hoje, Olivia tem uma carreira promissora de 25 anos como instrutora de TI, com 15 anos como instrutora Cisco Networking Academy. Além disso, é doutoranda em engenharia elétrica pela Universidade de São Paulo. Ela também comprou uma casa – um sonho fora do alcance de muitas pessoas em seu antigo bairro.

Olivia Braga recentemente compartilhou sua própria história neste vídeo:

 

Embora Olivia seja apaixonada por tecnologia e tudo o que ela oferece – acima de tudo, ela adora ensinar seus alunos. Ela está profundamente comprometida com a educação, ensino e capacitação de alunos de todas as maneiras possíveis com oportunidades de carreira.

“Quando fico sabendo que um aluno conseguiu um emprego ou tem uma nova habilidade, sinto uma grande sensação de realização. Um dos grandes prazeres do meu trabalho é quando um aluno me diz que está feliz e realizado em sua carreira”, diz ela.

E como uma instrutora talentosa e compassiva, ela não apenas envolve suas mentes, mas toca seus corações – impulsionando-os para frente.

Eduardo Solares Gaspar

“Olivia me acolheu como um filho desde o início”, diz Eduardo Solares Gaspar, ex-aluno da Cisco Networking Academy. “Eu era apenas mais um estrangeiro. Eu poderia facilmente ter me tornado um mendigo, porque estava sozinho no Brasil, sem família, sem ninguém.”

Eduardo mudou-se para o Brasil da Angola, África. Filho de uma camponesa, queria mais para a sua vida, mas sabia que em sua cidade natal de Luanda, Angola, com toda a sua pobreza e agitação social e política, não podia fazer dos seus sonhos de ter uma carreira na área da tecnologia se tornar realidade e, poder sustentar a sua família.

“Desde o início, a professora Olivia me mostrou como seguir em frente – do começo ao fim. O Networking Academy foi muito importante para o meu sucesso”, diz ele.

Eduardo completou todos os trabalhos do curso, tornando-se o melhor aluno da turma, o que lhe permitiu garantir a função de assistente de infraestrutura de TI em uma importante universidade de São Paulo. Quando a pandemia começou, a universidade teve de fechar, mas as habilidades que ele adquiriu no Networking Academy possibilitaram que ele conseguisse outra função como coordenador geral de logística e administração em uma agência de consultoria empresarial.

 

Gabriel Braga

Gabriel Braga, outro aluno talentoso, também responsabiliza Olivia por seu sucesso em TI. Depois de entrar na área e se matricular no Networking Academy há pouco mais de um ano, ele foi contratado e já recebeu uma promoção a analista de rede II, trabalhando no departamento de garantia de qualidade em uma empresa de telecomunicações.

Ele se lembra de ter se interessado por computadores desde os 7 anos de idade, mas sabia que trabalhar na indústria seria complicado e demorado. Como Olivia, ele veio de origens humildes, crescendo em um bairro pobre e de classe trabalhadora no leste de São Paulo, na cidade mais rica do Brasil. O trabalho duro é natural para ele. Gabriel diz que sua ética de trabalho vem da época de sua juventude, quando ajudou seu pai a coletar reciclados para ganhar dinheiro. “Acredito que o trabalho é melhor do que o lazer”, diz ele.

 

Robson Souza

Robson Souza chegou ao Networking Academy mais tarde, mas veio para a TI naturalmente. Depois de se formar em logística, onde trabalhou com qualidade de serviço e planejamento, ele saiu para ajudar sua irmã a administrar uma empresa de distribuição de cosméticos. Depois que o negócio não conseguiu crescer, ele procurou outras opções.

“Depois desse fracasso, entrei na área de tecnologia. No início, era apenas para não ficar desempregado e sustentar minha família”, diz Robson. “Hoje, adoro tecnologia e tudo o que ela pode nos oferecer.”

Robson conheceu Olivia na Profissionalizando Vidas, uma academia Networking Academy que ela fundou para mulheres e outras populações carentes e onde ela ministra cursos do Cisco Networking Academy. Nervoso com a perspectiva de começar uma nova carreira, ele logo ficou à vontade. “Ela irradia gentileza e atenção. Desde o momento em que conheci Olivia e ela me apresentou ao mundo da Networking Academy – vi que posso ter um futuro próspero”, diz ele. Há mais de seis anos Robson trabalha na indústria de TI como analista de suporte de TI e aproveita a vida com sua esposa e filha de 5 anos em São Paulo.

 

Se inspirou com a história da Olivia Braga? Visite www.netacad.com/pt-br para saber mais sobre carreiras no Cisco Networking Academy.

Tags:
Deixe seu comentário