Miercom verifica o desempenho da infraestrutura de campus empresarial em uma disputa entre Cisco e Huawei

(Adaptação da postagem original do blog de Prashanth Shenoy)

As especificações em folhas de dados dos produtos voltados a rede, se olhados superficialmente, podem parecer iguais quando você compara os fornecedores. No entanto, os problemas se escondem nos detalhes e as semelhanças terminam rapidamente ao testar e medir suas capacidades de desempenho, segurança, eficiência de energia, gerenciamento de failover e programabilidade do software.

A demanda atual na infraestrutura de um campus corporativo vem aumentando continuamente para atender às crescentes necessidades dos dispositivos móveis, de IoT e de aplicativos que consomem muitos dados. A rede que conecta tudo tem que oferecer o desempenho que proporcione uma experiência superior de usuário, independentemente do tipo de tráfego e conexão. Outro desafio é o crescente número de ataques maliciosos e sofisticados a partir de uma variedade de fontes em endpoints, redes, nuvem e aplicativos.

As empresas precisam se mover em velocidade digital, e é fundamental para a indústria de TI investir solidamente de forma que possam responder rapidamente às novas demandas corporativas.

Estes são os principais critérios a serem considerados pelas empresas ao compararem soluções de rede:

  • Segurança: A Ciberssegurança é a prioridade número 1 quando tratamos de redes em todo o mundo no que diz respeito a ambientes corporativos, uma vez que violações de segurança geram consequências terríveis para as organizações. Uma extensa cadeia precisa estabelecer uma raiz da confiança desde a inicialização segura até imagens com assinatura digital, defesas de tempo de execução e segurança do plano de controle. Caso contrário, o elo mais fraco da cadeia se torna suscetível ao ataque. A capacidade de identificar malwares em tráfego criptografado só aumentará. Precisão e velocidade de detecção, análise de tráfego criptografado e questões relacionadas à criptografia segura.
  • Suporte a QoS, Desempenho e Perda de Pacote: Os dados são compostos por texto, imagens, áudio, fala e vídeo. Embora a perda de pacotes possa não ser substancial, ela aumentará de forma mensurável com a quantidade de clientes ativos. Alguns casos de uso são flexíveis e os pacotes podem ser identificados e reenviados caso sejam perdidos. No entanto, a perda recorrente de pacotes pode renderizar os vídeos de forma que não consigam ser assistidos e derrubar algumas ligações telefônicas. Qualidade de Serviço (QoS) e Questões de Desempenho.
  • Visibilidade na identificação de tráfego de aplicativos e fontes de interferência: A maior despesa de TI no que se refere a redes é com as operações. A capacidade de analisar o tráfego é o primeiro passo na identificação de fontes que possam representar ameaças. A alternativa é procurar uma agulha num palheiro. Identificação de Questões Ligadas às Fontes de Dados de Aplicativos.
  • Alta Disponibilidade, Como Lidar com Interferência e Failover Rápido: As redes precisam ser tolerantes a falhas, capazes de identificar fontes de interferência e resilientes para que continuem a operar corretamente no caso de uma falha no link ou no dispositivo para que sejam restauradas rapidamente, de modo que aplicativos dependentes do tempo para serem executados continuar funcionando sem interrupção. Redundância, Como Identificar Questões de Interferência e Resiliência.
  • Alcance do Ponto de Acesso Sem Fio, Desempenho e Potência de Transmissão Sem Fio: A capacidade de cobertura e roaming são fundamentais para uma operação de rede ideal. No entanto, os pontos de acesso sem fio não podem ter energia de transmissão excessivamente alta, caso contrário corre-se o risco de transformarmos este sinal em interferência de canal, o que pode causar problemas de conectividade do cliente ou a degradação do desempenho com retransmissão. Questões relacionadas à Energia de Transmissão com Qualidade Superior.
  • Programabilidade de software: A capacidade de hospedar aplicativos baseados em Linux que simplificam a automação e provisionamento torna o engenheiro de redes mais eficiente. Flexibilidade no Suporte a Aplicativos Baseados em Linux de Forma Segura.

O que isso significa para o responsável pela experiência do usuário, para o comprador de rede, para departamento de compras e para os engenheiros de TI?

Resposta A Cisco constrói tecnologias com o futuro em mente e oferece escalabilidade, resiliência e facilidade de operação com mecanismos defensivos e ferramentas de segurança abrangentes. “A Rede. Intuitiva.” Este lançamento é um bom exemplo de como a Cisco está preparando nossos clientes para os desafios do futuro através de poderosas inovações no que diz respeito a automação, análise e segurança, para que possam responder mais rapidamente às necessidades de negócios sempre em mudança e que continuarem ainda assim competitivos.

A avaliação da Miercom descobriu que, embora a Cisco e a Huawei ofereçam o que parecem ser componentes comparáveis ​​para a criação de infraestrutura de rede em todo o campus, sem fio e com fio, os testes comparativos revelaram que o pacote da Cisco oferece vantagens significativas e importantes que a Huawei não oferece. A Cisco apresentou desempenho superior em relação às soluções sem fio e de switch se comparadas às da Huawei, com uma plataforma altamente desenvolvida de gestão de recursos, de hardware, software e segurança para oferecer um sistema mais otimizado, seguro e confiável a todos os clientes.

A Miercom, resumiu bem: “Com base nos resultados deste teste, comparando as arquiteturas e produtos de rede com fio e sem fio de campus da Cisco e da Huawei Technologies, encontramos muitas capacidades voltadas para o meio corporativo que favorecem a solução da Cisco. Orgulhosamente, concedemos a Certificação Miercom Performance Verified aos projetos de redes de infraestrutura de campus da Cisco e aos pacotes relacionados para monitoramento, gerenciamento e controle “.

_________________________________________________

Para obter detalhes completos, baixe o relatório detalhado da Miercom e os resultados dos testes que o acompanham.

_________________________________________

Share
Leobardo Mendez

Leo es un estratega de marketing con más de diez años de experiencia para la industria de tecnología/negocios. Cuenta con especialidad en las áreas de Content Marketing, Digital Strategy, Social Media, Branding y Corporate Storytelling.