Blog Cisco Brasil
Compartilhe

Cisco Live Cancún 2018: Educação e Tecnologia, sempre juntas


7 de December de 2018


O Cisco Live Cancún 2018 termina hoje. Olhando para tudo que aprendemos nesses quatro dias de workshops, summits, demos, palestras e muita troca de conhecimento, preciso dizer: foi uma semana incrível.

Vou fazer um resumo a respeito de algumas coisas que me marcaram sobre Educação, um assunto que sempre me faz refletir sobre como as coisas mudaram desde quando eu entrei na escola primária, até os dias atuais.

 

Educação e Tecnologia andam de mãos dadas

O Summit de Educação, primeiramente, trouxe números interessantes. De acordo com a organização Worldfund, 22.5 milhões de estudantes ao redor do mundo deixaram os estudos ou não estão na escola. Outros números impactantes são:

  • 250 mil alunos da quarta ou quinta série que não conseguem ler, escrever ou realizar operações matemáticas básicas.
  • 150 mil empregos na área de tecnologia não estão preenchidos por falta de mão de obra qualificada.

Renee Patton, Diretora Global de Educação na Cisco expôs então alguns desafios que são apenas a ponta do iceberg:

  1. A dificuldade de adoção de tecnologia em escolas e universidades, que muitas vezes, ainda mantém o uso confinado aos laboratórios de informática.
  2. A necessidade de capacitar professores para que eles saibam aproveitar tudo o que os recursos tecnológicos podem oferecer em prol de uma experiência educacional inovadora e alinhada às expectativas dos alunos que já nasceram conectados.
  3. O tema da cidadania digital, visto que, com o aumento do acesso, também há a necessidade de entender e monitorar as ações online dos alunos.
  4. E claro, a questão da cibersegurança. De acordo com o Relatório Anual de Segurança da Cisco 2018, todos os dias, acontecem mais de 20 milhões de ataques todos os dias. Só em 2017, 53% deles resultaram em prejuízos de mais de USD 500 mil.

 

Como superar esses desafios?

Desenhar um framework, analisando todos os pontos necessários para a digitalização da educação é o primeiro passo. Como funciona esse framework? A imagem abaixo demonstra as quatro fases desse processo.

Fase 1: Visão e Liderança

Essa fase envolve definir o objetivo, as prioridades em termos de investimento, comunicar e definir processos, bem como engajar as partes interessadas.

Fase 2: Cultura

Nessa fase, a liderança precisa “comprar a ideia”para em seguida definir-se um plano de adoção da tecnologia bem como os chamados “champions” que irão liderar a expansão do uso.

Fase 3: Metodologia

Este é o momento de buscar melhores práticas e casos de uso, bem como a metodologia para o uso pedagógico e o engajamento dos alunos.

Fase 4: Tecnologias

Na última fase é que se definem todas as tecnologias que serão a base para implementar novos modelos de ensino, experiências e espaços educacionais inovadores.

Por fim, muitas vezes, não estamos falamos apenas uma única tecnologia. Um conjunto de soluções que englobam conectividade, segurança, data center e analytics, vídeo e colaboração podem ser necessários para entregar um experiência digital integrada, alinhada às expectativas dos alunos dos dias de hoje.

Vale dar uma olhada no conteúdo completo da apresentação (em inglês).

Tags:
Deixe seu comentário