Blog Cisco Brasil

Blog Cisco Brasil > Setor Público

Série de blogs “Nuvem para governos locais”: O valor estratégico da nuvem para governos estaduais e locais

Quase todo mundo já ouviu falar da "nuvem", graças à publicidade das empresas de informática e às frequentes menções na mídia. A "nuvem" se refere a recursos tecnológicos utilizados por uma empresa, que não se encontram presentes fisicamente em suas instalações, mas que estão disponíveis na rede mundial de comunicação de dados (que também é chamada de Internet).  Além disso, a nuvem não se relaciona apenas à obtenção do acesso a um grande data center virtual; resumindo, a nuvem representa a aquisição de acesso autorizado a qualquer recurso de dados ou computação que faça parte da Internet, e até mesmo a combinação de componentes de dados e software oriundos de computadores que se encontram fisicamente distantes.

Os representantes públicos talvez já tenham ouvido sobre como a nuvem está sendo utilizada no setor público. Por exemplo, a United States Conference of Mayors (Conferência dos Prefeitos do EUA) teve uma sessão sobre o assunto em sua reunião de 2011, quando vários prefeitos falaram sobre como suas cidades usam serviços como o e-mail compartilhado "em nuvem". Na National Association of Counties (Associação Nacional de Municípios), ocorreram sessões descrevendo uma nuvem restrita aos órgãos governamentais de confiança nos níveis estaduais e locais - o que alguns chamam de "nuvem privada", porque seus serviços não estão disponíveis a todas as organizações, o que ajuda a preservar a privacidade e integridade dos dados do governo.

Mas os motivos para a vontade dos representantes dos governos estadual e local em utilizar a nuvem muitas vezes não são explicados.  Esta publicação descreve várias maneiras com as quais a nuvem pode proporcionar valor estratégico aos governos estaduais e locais.

Redução de custos

A maioria das pessoas ouviu pela primeira vez sobre a nuvem como uma forma de economizar dinheiro, o que é especialmente atraente em um momento de orçamentos mais apertados. Então, em vez de comprar hardware e software, uma agência do governo aluga o que precisa, quando precisa. Essa abordagem significa que é possível alternar entre o uso de títulos e serviço da dívida para uma abordagem que corresponda a seu orçamento de TI com a demanda real a cada ano.

E, muitas vezes, os serviços de software disponíveis na nuvem, como e-mail, podem custar menos por funcionário do que licenciar um software equivalente na empresa.

Resiliência, flexibilidade e adoção mais rápida de tecnologias

Esse assunto não se resume apenas à possível redução de custos. Também existem outros benefícios.

Primeiro, a nuvem permite que seu governo sobreviva a grandes desastres, sejam naturais ou causados pelo homem. Com a nuvem, seus funcionários poderão continuar trabalhando, independentemente do local, desde que possam se conectar à Internet. Isto é crucial durante desastres, quando as pessoas dependem do governo para continuar operando.

A nuvem pode aumentar a flexibilidade do governo. O e-mail é um bom exemplo.  O e-mail hospedado em nuvem está disponível aos seus funcionários, independentemente de onde eles se encontrem, enquanto se deslocam ou em seu escritório normal.  (Há outras maneiras para obter esse resultado, mas essas abordagens exigem mais de sua equipe de TI do que o uso da nuvem). A flexibilidade também inclui poder responder à demanda de pico, já que os recursos disponíveis na nuvem são muito maiores do que qualquer exigência possível de seu governo.

O terceiro benefício relacionado é a adoção mais rápida de tecnologia. Com abordagens tradicionais de orçamento, a adoção de novas tecnologias pode não ser possível até que o investimento anterior em tecnologia seja amortizado. Na nuvem, é possível começar a usar novas tecnologias mais rapidamente, pois esse obstáculo financeiro não existe mais.

Colaboração e compartilhamento de dados

Com a nuvem, está mais fácil conectar as agências do governo, o que significa que elas podem colaborar e compartilhar dados mais facilmente.  Isso ajuda a quebrar os silos que incomodam os cidadãos e tornam os programas públicos ineficazes. (Além de quebrar os silos, a nuvem também permite que o governo reduza ou elimine a duplicação de data centers dispendiosos).

Enfoque no cidadão

A nuvem também ajuda sua equipe a se concentrar no que é importante. Se você não considera a TI uma ferramenta estratégica ou competência central de seu governo, faz muito sentido depender dos recursos da nuvem, em vez de tentar construir um conhecimento equivalente dentro de seu próprio governo.

Mesmo se você considera que a TI seja uma ferramenta estratégica, e espero que sim, a nuvem permite que sua equipe de TI troque as operações de funcionamento de data center por um enfoque nos serviços que podem ser oferecidos aos cidadãos.

A nuvem é mais do que apenas uma boa maneira de economizar dinheiro: ela também tem um valor estratégico, como um meio para governar melhor.

Fique ligado para ver os próximos artigos da série de blogs "Nuvem para governos locais" ou clique aqui para inscrever-se e reservar seu exemplar da coletânea completa da série de blogs, incluindo este, bem como uma variedade de recursos sobre nuvem que estarão disponíveis em maio.

Tags:, , , , , , , , , , ,

Comments Are Closed