Blog Cisco Brasil

Blog Cisco Brasil > Setor Público

Série de blogs “Nuvem para governos locais”: A Verdadeira História da Nuvem… Sem Nenhum Truque de Mágica

Quando saí de casa hoje de manhã, notei que novas nuvens se formavam a cada segundo.

Quando cheguei no meu carro, elas já haviam transformado o céu azul e estático em uma rede pulsante de estruturas cinzas. Foi tão rápido que parecia um truque de mágica.

A transformação dos serviços de TI governamentais já existentes, quando posicionados em um ambiente de nuvem, ajudam na automatização do fornecimento de serviços, no aceleramento de processos e na conexão de comunidades governamentais. Mas a jornada à nuvem não é tão rápida quanto um passe de mágica. Ela é um processo, uma série de etapas. É uma jornada que exige uma segurança mais inteligente, integração com sistemas, assim como processos antigos e experiência e conhecimento substanciais.

O impacto da pressão

A computação em nuvem está passando de um item opcional para um item obrigatório. Se você é um profissional de TI que trabalha para o governo local, estadual ou nacional, já é capaz de sentir a  concreta e crescente pressão de mudança para a nuvem.

Você enfrenta uma pressão cada vez maior para reduzir os custos e, ao mesmo tempo, expandir serviços, compartilhar dados e acessar informações. De modo simultâneo, os crescentes desafios de segurança  exigem que você use novas abordagens para proteger os dados e seguir a conformidade.

Há também uma pressão substancial para implantar aplicações de forma mais rápida e consistente, assim como reduzir seus data centers e o impacto ambiental.

Um modelo de nuvem pode aliviar essa pressão. A computação em nuvem apresenta uma enorme oportunidade (para sua organização e carreira) de transformar a maneira como as pessoas acessam e usam dados e como você os armazena e protege.

Não é de se espantar que a realocação de serviços para um modelo de nuvem seja agora uma grande prioridade para as entidades governamentais. Algumas já progrediram além da nuvem pública para implantar modelos de nuvem privada, híbrida e multilocatária (comunitária). Na Espanha, por exemplo, o governo regional distribuiu uma nuvem privada para vários locatários que fornece serviços de e-government, assistência média e de educação, além do aprendizado online.

Uma cidade na Coreia do Sul está implantando uma infraestrutura de serviços localizados na nuvem para obter um gerenciamento municipal “ecológico”, planejamento urbano e desenvolvimento econômico.

Confira este vídeo que mostra como implantar uma infraestrutura localizada na nuvem encoraja jovens emprendedores e identifica novas formas de crescimento para a economia:

Você está avançando com eficiência na sua iniciativa de nuvem ou encontrando obstáculos?  Fale para nós.

Observe que ambos os links acima são para itens e vídeos em inglês.  Entre em contato conosco se desejar uma cópia em outro idioma. E fique ligado para assistir aos próximos artigos da série de blogs “Nuvem para governos locais” ou clique aqui para inscrever-se e reservar seu exemplar da coletânea completa da série de blogs, incluindo este, bem como uma variedade de recursos sobre nuvem que estarão disponíveis a partir de maio.

Tags:, , , , ,

Comments Are Closed